eu não sei se o teu texto é sobre isso, mas eu acho que o problema da privatização do sol e do horizonte é um dos maiores símbolos da falta de gentileza da cidade de São Paulo. não diria que São Paulo é dumb, pois não vejo nada de dumb nesse projeto de cidade muito bem pensado pela construção civil e a elite. mas eu digo que São Paulo não é gentil (e olha que hoje em dia eu adoro São Paulo; quando pude ir embora não quis ir). só têm acesso ao sol e ao horizonte quem pode pagar para estar no topo desses prédios altos. a maior riqueza de São Paulo é a diversidade humana, e é essa galera toda que quiçá vai derrubar o projeto de cidade dumb apenas para os ricos que podem pagar pelo sol e pelo horizonte, e construir uma cidade mais gentil.

Escrevo, planto, estudo, viajo. Falo com bichos, abraço árvores, e vice-versa.

Escrevo, planto, estudo, viajo. Falo com bichos, abraço árvores, e vice-versa.